12 dicas para ter um guarda-roupa da nova era



Diminuir o seu impacto na natureza não quer dizer que seu guarda-roupa será repetitivo. Mas uma coisa é fato: você só terá um visual versátil e ecologicamente consciente se você entender o seu estilo. Um guarda-roupa inteligente é aquele que está abastecido de peças que facilmente combinem entre em si e que se adequa às suas necessidades. O Autoconhecimento é o entendimento do seu estilo pessoal e saber o que realmente lhe agrada em toda e qualquer situação social.


Portanto, para alcançar o consumo equilibrado, a mudança é, antes de tudo, interna. A ideia não é abandonar os hábitos de uma hora para outra mas sim reconstruí-los progressivamente.

Conhecendo seu estilo e sendo fiel ao seu gosto, a margem de erro nas compras diminui drasticamente. Resultado: menos peças paradas no guarda-roupa. Ponto para a suas finanças! Ponto para a natureza! Afinal pensar no impacto ambiental do que você consome também faz parte da nova era. Algumas pessoas simplesmente sabem administrar a imagem que querem transmitir e evitam compras desnecessárias. Outras precisam de uma Consultoria de Imagem & Estilo pessoal.


Qualquer que seja o seu caminho, uma vez entendido seu estilo, seu consumo se torna consciente e valoriza cada peça dentro do armário.


CONSUMO CONSCIENTE

Ao contrário do que se pensa o consumo consciente não é modismo, é uma tendência de comportamento que vem como resultado de uma nova percepção: não há espaço e nem mesmo tratamento rápido para a velocidade com que geramos lixo.


É claro que essa mentalidade ainda não está totalmente inserida na nossa sociedade, mas assim como a separação do lixo já não é mais coisa de "gente estranha", o Lowsumerismo (junção do termo Low + Consumism ou baixo consumismo em português) também não será daqui alguns anos. São novos comportamentos, de novas realidades.


Talvez, o Lowsumerism não seja a solução definitiva para o nosso planeta, mas é um bom começo e já ajuda bastante a economizar.


Isso porque é utopia pensar que vamos parar de consumir. Cada ciclo de vida necessita de itens novos. Casamento, gestação, chegada de filhos ou mudança de emprego por exemplo, pedem adaptações no estilo de vida e isso gera um consumo para a adequação.


O que precisamos é consumir conscientemente e de maneira equilibrada apenas aquilo que nos faz falta no momento e dar a devida continuidade ao itens que estão parados.

Ter um guarda-roupa inteligente passa necessariamente pelo autoconhecimento e isso consequentemente resulta em um Consumo Consciente.

Tendo isso em mente, listo algumas dicas de como ter um guarda-roupa versátil e ecologicamente correto:

  1. Invista em peças clássicas e de durabilidade que sejam fiéis ao seu estilo;

  2. Invista em peças de cores sólidas, que sempre vão combinar;

  3. Invista em estampas típicas do seu gosto (descubra se prefere fundos claros ou escuros e estampas grandes ou pequenas, por exemplo). É muito comum arriscar em uma nova estamparia que acaba ficando encalhada;

  4. Tenha modelagens diferentes para uma mesma peça. Por exemplo, ao invés de ter 4 vestidos tubinhos estampados, tenha 4 vestidos de modelos e comprimentos diferentes, em estampas ou cores variadas. Garanto que seu guarda-roupa ficará mais funcional;

  5. Se questione! Muitas pessoas tem o hábito de comprar a mesma roupa em diferentes cores e com o passar do tempo percebe que só uma de todas aquelas peças iguais é usada: a cor preferida ou aquela que te realça. Vejo isso acontecer repetidamente. Portanto, compre sem impulso;

  6. Repita roupas! A princesa Kat Midleton é um ótimo exemplo de que usar várias vezes aquela roupa que te veste bem não denigre a imagem de ninguém;

  7. Se quer variar, considere pegar emprestado ou alugar;

  8. Sabe aquele papo de desfazer de peças que não foram usadas no último ano? Não faça isso! Nosso estilo é estável. O que muda são as fases da vida. E uma fase pode durar muito tempo, assim como aquela roupa que é a sua cara. Ainda que ela esteja parada há anos, mantenha-a. Inevitavelmente você irá usá-la;

  9. Faça uma pesquisa e se inspire nos looks de revista e sites de moda. Ao longo dos anos as tendências propõem diferentes maneiras de compor. ESSA EDIÇÃO É QUE TRAZ VERSATILIDADE. Aqui é que está o pulo do gato!;

  10. Prepare seu look com antecedência. Sempre que possível, na noite anterior, separe as peças que irá vestir no dia seguinte. Assim, você terá mais tempo para pensar em outras formas de compor além do habitual. É um exercício mental. Arrisque-se. Tenho certeza que vai gostar;

  11. Então o que deve ser retirado do guarda-roupa? Peças que você teve várias ocasiões para usar mas preferiu usar outras no lugar;

  12. Considere comprar em brechó. É uma experiência divertida e você terá acesso a itens que provavelmente não teria por vias tradicionais. Em São Paulo recomendo "Capricho à toa" e em Brasília "Peça Rara".


Para saber sobre Como Organizar Um Guarda-Roupa, clique aqui.


...

Leia outros posts com as mesmas hashtags:

#guardaroupa #marketingpessoal #sustentabilidade

8 visualizações0 comentário

campanha - marketing e moda

A primeira agência brasiliense de marketing especializada em moda

© 2003 ~ 2021 | Brasília - DF, Brasil

(61) 99976-2601 | alessandra@campanhaconsultoria.com.br