Como calcular o investimento ideal em marketing?

Existem dois tipos de empreendedores no mundo: os que acham que o dinheiro alocado em marketing é investimento e outros que chamam de despesas de alto custo.


Imagine comprar uma empresa já pronta, funcionando há anos, mas que pouquíssimas pessoas conhecem. Agora imagine comprar uma franquia. A diferença do preço está justamente no valor que a marca tem, no reconhecimento de mercado.


Portanto, marketing é considerado um ativo financeiro. Quanto mais você investe, maior o valor de revenda.


Dentre os gastos de um ecommerce próprio, marketing certamente é um dos mais expressivos. Principalmente para lojas virtuais ainda no início da operação, o custo de aquisição de clientes é alto – e manter o relacionamento com a base dos consumidores também requer investimento no médio e longo prazo.


Hoje em dia é comum ver anúncio publicitário em tv fechada de sites de moda como NetShoes ou Farfetch por exemplo, que são empresas que nasceram no digital: do site migraram para o app e continuam seu caminho no ecommerce.


Além dos anúncios televisivos e em mobiliário urbano (cartazes em ponto de ônibus), outdoor, páginas em revistas especializadas eles têm redes sociais, vídeos tutoriais, blog, parceria com celebridades e influenciadoras digitais e claro, Facebook Ads, Instagram Ads, Google Ads com remarketing (aquelas imagens dos produtos que você anda pesquisando e que te seguem por todo lugar).


Estar na internet é como ser uma estrelinha no universo, sem investimento em divulgação não há site que se sustente.


E se seu negócio ainda possui uma loja física é preciso trabalhar o marketing no ponto de venda: enxoval da marca, uniforme da equipe, visual merchandising, vitrinismo, sinalização de vitrine, plano de fidelidade e por aí vai.


Mas quanto investir em marketing?

O percentual de investimento tende a variar muito de acordo com o porte da empresa. Empresas que dependem de ações de marketing para vender chegam a investir 10% do faturamento ou até mais. No geral, investir de 3% a 5% do faturamento mensalmente é o mais comum.


Poupança: reserve uma parcela do orçamento para o marketing

Ao contrário do que muitos pensam, empresas em início de funcionamento precisam investir mais em marketing do que as que já estão consolidadas no mercado. Afinal, as empresas já conhecidas não precisam passar por um processo de reconhecimento do público: todos já conhecem a sua marca. Enquanto isso, as empresas com pouco tempo de mercado precisam mostrar quem são.


Apesar do orçamento de marketing ser um item obrigatório no planejamento financeiro de qualquer empresa, poucos lojistas fazem suas planilhas.


Se não há verba para investir agora, comece a construir a sua poupança/ fundo de promoção. Quando tiver um valor para começar a investir, faça-o imediatamente de acordo com o seu Planejamento (leia mais aqui).


Mas hoje, graças ao marketing digital, o acesso às estratégias de marketing foi democratizado e é possível estruturar ações que caibam desde os orçamentos mais modestos até os mais dispendiosos, tudo isso com a mesma eficácia.

É preciso ser arrojado para o negócio ganhar tração, assim, o marketing garante o efeito de aumentar as vendas e o número de clientes, e vai além: aumenta a percepção da marca, que vai ser responsável por mais vendas indiretas depois

Como calcular o valor do investimento em marketing?

Para conseguir calcular de forma clara o investimento ideal em marketing, é preciso analisar alguns pontos importantes: faturamento, lucratividade, percepção de marca e concorrência.


O cálculo do faturamento deve ser feito com cuidado: é importante analisar o faturamento mensal e verificar se ele vem crescendo ou caindo em comparação com o ano anterior. Muitos empresários esquecem que vivemos tempos de oscilação de mercado e nem sempre olham o histórico.


Uma boa base é abrir seus números dos últimos dois anos. Faça um gráfico de linha simples, para entender qual é a tendência dos meses que virão. Existe um padrão? Serão meses de crescimento?


A lucratividade deve ser calculada conforme a porcentagem do faturamento que fica com a empresa, e pode ter uma variação muito grande dependendo do tipo de negócio, da quantidade de funcionários, entre outras questões.


Gosto de falar que a lucratividade é o valor que sobra depois de subtrair as receitas das despesas. Contudo, você precisa lembrar que investimento em marketing também é considerado uma despesa. Assim, a sua projeção precisa considerar que estes investimentos existirão, mas ao mesmo tempo podem trazer novas receitas.

Quanto mais concorrência, mais importante se destacar e sair na frente.

A grande vantagem do marketing digital é que tudo nele é mensurável e possível de se calcular. Entre todas as ferramentas de mensuração, a mais importante de todas é a do Google Analytics. Com base nos dados do ROI (retorno sobre investimento), podemos avaliar o retorno de cada canal, de forma única, e aproveitar um momento de alto retorno e dobrar o investimento naquele canal ou campanha. Sim, dobrar!


Muitas empresas cometem o erro de investir um valor em anúncios e outras estratégias e, diante de um bom resultado, continuam investindo a mesma quantia. O ideal é investir gradativamente mais.



Gostou do conteúdo?

Continue no Blog

Para saber Como Divulgar Uma Loja de Roupas, clique aqui;

Para saber Como Fazer o Marketing de Uma Loja Virtual, clique aqui;

Para saber sobre Logomarca e Identidade Visual, clique aqui;

Para saber sobre Enxoval de Marca, clique aqui;

Para saber sobre Planejamento e Calendario Promocional, clique aqui;

Para saber sobre Ecommerce de Moda, clique aqui;

Para saber sobre Produção de Moda e Styling, clique aqui;

Para baixar a Proposta com a descrição dos serviços e os preços, clique aqui.


....

Leia outros posts com as mesmas marcações de hashtags:

#marketingdigital #marketingdemoda

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo