O significado da cor preto na moda e na psicologia

Vou logo começando assumindo: eu sou a-pai-xo-na-da pela cor preto. Uso no vestuário e na decoração da minha casa. E apesar de ter uma quedinha pela tendência gótica, meu visual está longe disso.


O segredo? É saber compor, misturar texturas e influências.


Looks monocromáticos em preto são, além de muito práticos, versáteis, democráticos e trazem um toque de sofisticação. É elegante, atemporal, versátil e cheio de glamour. Impossível resistir!


Mas juntar preto com preto não é garantia alguma de um visual elegante.Para acertar nos looks all black é preciso aplicar alguns truques de styling:

  • Dê atenção ao estilo das peças. Existem estilos que se completam, outros não. Exemplos que funcionam: casual + esportivo; clássico + contemporâneo; romântico + contemporâneo;

  • Tecidos transparentes: seja ela de uma forma sexy ou não. Pode ser em camisas, blusas de manga comprida tipo segunda pele, jaquetas e até mesmo meias-calças;

  • Decotes e fendas: que deixam um pouco da pele à mostra, dão uma suavizada no preto total;

  • Contraste de proporções: saia curta com uma camisa longa, calça skinny com a parte de cima oversize, blusões com saia midi...

  • Mix de texturas: Misture tecido opaco com outra peça com brilho como cetim, lurex ou bordado, por exemplo. Ou então misture peças pesadas com outras leves como blackjeans/denin preto com renda ou peças com babados, couro com seda, tricot com camurça com e por aí vai...;

  • Blackjeans é um clássico assim como o jeans tradicional – vale investir em um colete, jaqueta, shorts ou na clássica calça destroyed ou estonada (processos que personalizam o tecido jeans);

  • Acessórios: Use tons neutros ou metálicos se a intenção é o visual sóbrio/ formal ou aposte em um uma cor contrastante para deixar o look mais divertido;

  • Estampas preto e branco: Em especial o xadrez vichy ou o tartan, os tradicionais poás ou as listras são perfeitas para deixar um look total black super charmoso sem medo de errar;

  • No pés os sapatos também podem fazer a diferença inserindo-se uma bota over the knee, uma ankle boot recortada, uma sandálida abotinada, um tênis de cor contrastante com o preto ou outro acessório de destaque.

Porém, é preciso ter cuidado na hora de combiná-los. Sozinho, o preto emagrece. Já o branco ressalta as curvas do corpo. A disposição do preto e do branco no look, portanto, determinam o sucesso do visual. “Use o branco na parte do corpo que você quer valorizar. A roupa clara retém luz e atrai atenção. Uma mulher de quadril grande, por exemplo, deve evitar o branco na região. Se a intenção é alongar as pernas, pode usar o branco em cima, nos seios, e o preto no restante do vestido”, diz Arlindo Grund, consultor de moda e apresentador do Esquadrão da Moda, do SBT.

Dizem que o preto é uma das cores prediletas dos designers. Isso porque geralmente a forma segue a função. O design muitas vezes significa renunciar aos ornamentos, enfeites, padrões e cores supérfluas. Tudo que tem estética clean (em preto, branco ou cinza) normalmente destaca a funcionalidade e praticidade, as verdadeiras virtudes do design.

Karl Lagerfeld dizia que “o preto é a cor que cai bem em todos. Com o preto não tem como errar”. Yves Saint-Laurent já afirmava que “o preto simboliza a ligação entre a arte e a moda”. Gianni Versace acha que “o preto é a quintessência da simplicidade e elegância”. Uma cor realmente amada pelos estilistas!


Geralmente quem opta por vestir preto, não está levando em consideração a técnica de Coloração Pessoal. Tem muito mais a ver com nuances de personalidade do que realmente com a análise cromática.

David Zyla, premiado estilista e autor do livro Color Your Style, afirma que é a própria cor que reflete o seu personagem e não o contrário.

Então roupa preta é coisa de gótico?

Não, em hipótese alguma. A subcultura gótica, originalmente nascida no final da década de 1970 no Reino Unido, praticamente já perdeu suas raízes culturais e atualmente está muito mais ligada à um estilo de vida, principalmente dos roqueiros.


No entanto, várias influências já impactaram o gótico e hoje vemos composições sofisticadas nas ruas e nos editoriais de moda, popularmente chamadas de Gothic Glam e Rock Glam. Para ver referências desse estilo leia minha resenha sobre o figurino da série Lucifer, O estilo matador de Maze.


Usando os truques de styling e dependendo da composição que se faça, o visual passa longe de ter um aspecto sombrio. Veja as imagens de referência que separei de looks all black:


Curiosidades

  • Existem 50 tons de preto catalogados pelo homem. Entre eles, preto asfalto, preto carvão, preto fumaça, preto nanquim, entre outros;

  • A combinação do preto com branco significa clareza e verdade. No xadrez é assim, em um papel branco escrito com caneta preta também – a cor que deveria ser negativa, encontra outro significado ao ser associada com o branco. Até o ditado “preto no branco” tem por escrito um valor legal;

  • O medo dessa cor tem nome: melanofobia;

  • O famoso pintor francês Renoir, que iniciou o desenvolvimento do movimento impressionista, questionava:“O preto uma não cor? De onde vocês tiraram isso? O preto é a rainha das cores”.

  • Van Gogh também teve o mesmo problema e escreveu ao seu irmão dizendo: “Não, o preto e o branco tem a sua razão e sua importância, e quem os deixa de lado não se sai bem”;

  • Com o descobrimento das Américas, surgiu um corante da cor, o campeche, uma madeira de uma árvore nativa da América Central que era ralada e submersa para fermentar. O corante que se desprendia tingia denso. A madeira era importada e muito cara, por isso, o preto se tornou uma cor nobre;

  • Quando a tecnologia surgiu, tudo o que queria ganhar a aparência de ser tecnicamente moderno se tornou preto: TVs, aparelhos de som, celulares, câmeras fotográficas e relógios. Antigamente, as cores deviam desaparecer para a técnica (e o design como falado acima) se mostrar em 1º plano.

Significado na Psicologia

Usar muita roupa preta, vai muito além de uma simples preferência, revelam traços marcantes sobre a personalidade.


Ao abrir seu guarda-roupa, você vai observar que existem peças variadas e nas mais diversas cores.

Quase que de forma automática, seus olhos se dirigem para as peças que tenham as cores que você se sente melhor.


Mas isso não quer dizer que usar uma peça preta ou escura faz com que você pareça deprimido ou triste.

Pessoas mais honestas e independentes, foram essas as principais características que uma nova pesquisa sobre percepção revelou:

  1. As mulheres que usam preto passam a imagem de atraentes, bem sucedidas e confiantes. São pessoas poderosas que tendem a impor respeito;

  2. Trabalhar é o verbo mais empregado pelas mulheres que vestem preto, levar uma vida corrida, trabalhar duro e a equilibrar todo o caos do cotidiano, está revelado na praticidade de como se vestem, com a cor preta;

  3. São mulheres despretensiosas. Fique certo que mulheres que vestem preto, possuem personalidade forte e não precisam da sua aprovação. Elas se sentem bem com aquilo que vestem e ponto;

  4. Para elas, a independência é algo a ser conquistado e por isso dão muito valor à ser livre para fazer suas escolhas. Por isso, não fique se lamentando ao lado de uma mulher que veste preto, ela logo se cansará do seu murmúrio e dará uma resposta prática e objetiva que resolverá seus conflitos;

  5. Elas não seguem tendências, apenas se preocupam em serem elas mesmas. Estas mulheres valorizam aquilo que gostam e não estão “nem aí", para modismos;

  6. Elas são sinceras. Cuidado com o que você pergunta para uma mulher de preto. Elas jamais falarão algo só para te agradar;

  7. A cor transmite força e estabilidade. Talvez por isso seja a preferida para mostrar imponência em carrões esportivos;

  8. São observadoras natas, por isso preferem mais ouvir do que falar;

  9. Elas gostam e procuram por mudanças. Seja com amigos, empregos, relacionamentos, roupas… se algo não está como elas querem, elas vão encontrar uma forma para que fique tudo bem;

  10. São elegantes e intimidadoras. Elas parecem confiantes, tranquilas, lindas e elegantes. Mas por dentro são muitas vezes furiosas. Mexe com uma para você ver!

  11. Elas se preocupam muito mais com o que fazem do que com o que se parecem. Isso porque elas valorizam as ações e não as aparências.

É claro que todas essas características são pessoais e cada pessoa guarda em si suas particularidades. Entretanto, há estudos da psicologia que afirmam que as escolhas das cores podem dizer muito sobre a nossa personalidade.


Fonte: Site Fãs da Psicanálise

Mostra esse post para aquela sua amiga adora preto e é poderosa!


Para saber sobre Como Organizar Um Guarda-Roupa, clique aqui.

12 Dicas Para Ter Um Guarda-Roupa da Nova Era, clique aqui.

Para saber sobre Marketing Pessoal nas Redes Sociais, clique aqui.

Para saber sobre Produção e Styling, clique aqui;



...

Leia outros posts com as mesmas hashtags:

#guardaroupa #marketingpessoal

246 visualizações0 comentário

campanha - marketing e moda

A primeira agência brasiliense de marketing especializada em moda

© 2003 ~ 2021 | Brasília - DF, Brasil

(61) 99976-2601 | alessandra@campanhaconsultoria.com.br