Qual a sua relação com a evolução do mercado de trabalho?

Atualizado: Mar 4


Desespero? Apatia? Parceria? Interesse em se reinventar e aprender mais?


A pandemia do novo coronavírus é o maior fator global de mudança que a maioria de nós já experimentou, acelerando as mudanças nas tecnologias, nas relações de trabalho, de consumo e até na evolução de nossas próprias atitudes.


Todos nós, independentemente do setor em que trabalhamos, estamos tentando entender um novo tipo de consumidor. Compreender o que as pessoas ainda desejarão comprar e como criar o ambiente de venda ideal e os produtos certos para elas é mais importante do que nunca.

As empresas e os profissionais estão tendo que se adaptar a uma nova realidade, que exige flexibilidade, resiliência e criatividade.
Aula: "Competências Profissionais. Emocionais e Tecnológicas para Tempos de Mudança", PUC/RS

Inteligência Emocional x Inteligência Artificial

Em um cenário cada vez mais digital, baseado em home office, distanciamento, crise econômica e novos modelos de relações profissionais e pessoais, quais são os principais cuidados, planejamentos e ações concretas que você deve tomar?


O conceito de inteligência emocional se relaciona com a capacidade de uma pessoa de avaliar suas próprias emoções, assim como a dos demais, e saber como lidar com elas da melhor forma possível. Inteligência emocional elevada é uma característica muito valorizada em ambientes profissionais, de gestão, que requerem soluções inteligentes em meio a relacionamentos humanos, sejam colaborativos ou competitivos.


A competência da aprendizagem contínua está relacionada à capacidade de aprender e renovar conhecimentos, atitudes e habilidades ao longo de toda a vida, em ciclos frequentes e contínuos. Também muitas vezes referida como Lifelong Learning (tradução de Educação Continuada ao Longo da Vida).

Muitos de nós viemos de uma criação familiar - que nos mostrava pelo histórico de nossos pais e avós - que uma única carreira ao longo da vida, em formato ascendente, era o desejado e esperado. Entrar e se aposentar em uma mesma empresa, era exemplo de uma ótima carreira profissional.


No entanto, o mercado mudou e o perfil do profissional também. Quem está sempre aprendendo novas habilidades e novos conhecimento, se adaptando às inovações do mercado de trabalho como um todo, é aquele que é melhor visto.


No mercado de moda, a pesquisa e o aprendizado já são tarefas que fazem parte do dia a dia. Afinal, não há como criar uma coleção ou comprar o estoque para uma loja sem o estudo das principais tendências e dos hits da estação.

É fato que a Inteligência Artificial vai trazer benefícios para as empresas, mas e para os profissionais? Já se perguntou isso?

Um estudo da McKinsey, “Where machines could replace humans — and where they can’t (yet)”, mostra que a maioria das profissões será comprometida com o uso da robotização e que 800 milhões de pessoas perderão seus empregos para a automatização em aproximadamente 10 anos.


um estudo de 2018 da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revela que robôs e computadores devem eliminar ou mudar cinco em cada dez empregos.


Assim como em toda revolução, as novidades geram incertezas sobre o futuro, ainda mais agora, em que tudo acontece muito mais rápido. Uma tecnologia pode se tornar obsoleta em seis meses.

Por mais que a automatização seja algo inevitável, nenhum robô pode substituir a gentileza e empatia de um Ser Humano.

Tanto que as empresas continuam em busca de talentos mais criativos, resilientes e que adoram desafios. Isso também é Inteligência Emocional!


Somente o futuro nos mostrará como os robôs serão: parceiros ou inimigos. Mas isso definitivamente depende da forma como iremos lidar com isso.


Adaptabilidade e transformação digital

Para isso é preciso estar aberto às novidades, à novas aprendizagens somando esse conhecimento à toda bagagem que você já tem!


O mercado atual demanda profissionais de boa formação e que combine áreas de conhecimento, que seja interdisciplinar. Quanto mais o indivíduo investir em diversidade de educação, mais ele conseguirá se adaptar a um mercado em mutação.

O nosso cérebro é uma máquina de hábitos, que gosta de repetições e de pensar da mesma forma que sempre pensou.

O hábito, conforme demonstraram muitos cientistas, pode ser induzido de tal forma que o corpo sinta como natural. Embora muito resistentes, os hábitos podem ser mudados. E a crise inevitavelmente acelerou esse processo.


Esse "jogo de cintura" faz parte da Inteligência Emocional e é o diferencial que tanto traz crescimento e realização profissional.


Essa visão de futuro, de experimentação são super importantes para os empreendedores do varejo, inclusive do segmento de moda, que durante a Pandemia do Covid-19 tiveram que se reinventar rapidamente para permanecerem com as portas abertas.


E essa fase nos mostrou a importância da humanização e da personalização do atendimento em um momento de compras online, via apps e com entregas providenciadas às pressas.


Afinal de contas, foi o atendimento automatizado do WhatsApp que salvou as empresas ou as mensagens personalizadas e humanizadas?


Fonte:

Curso online "Competências Profissionais, Emocionais e Tecnológicas para Tempos de Mudanças", com Leandro Karnal e Luiza Helena Trajano, PUC/RS

Para receber o boletim informativo da Campanha Consultoria, inscreva-se aqui.

Gostou?

Continue no Blog

Para saber Como a Inteligência Emocional Impacta Nos Negócios, clique aqui;

Para saber sobre Curso Ensina a Usar a Inteligência Emocional e Artificial Na Moda, clique aqui;

Para saber sobre 6 Dilemas da Moda x Sustentabilidade, clique aqui;

Para baixar gratuitamente o Manual de Marketing de Moda, clique aqui;

Para baixar a Proposta com a descrição dos serviços e os preços, clique aqui.

...

Leia outros posts com as mesmas marcações de hashtags:

#marketingpessoal #modaetecnologia #resenha

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

campanha - marketing e moda

A primeira agência brasiliense de marketing especializada em moda

© 2003 ~ 2021 | Brasília - DF, Brasil

(61) 99976-2601 | alessandra@campanhaconsultoria.com.br